Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Ministério da Saúde promete distribuir doses de reforço contra a Covid-19 em três semanas; toda população deverá receber a 3ª aplicação até junho de 2022 - Princesa Fm 91,7

Fale conosco via Whatsapp: +17991895854

No comando: BOM PAPO COM CAFÉ

Das às

No comando:

Das 5:00 às 7:30

No comando:

Das 7:30 às 9:00

No comando:

Das 9:00 às 13:00

No comando:

Das 13:00 às 16:30

No comando:

Das 16:30 às 19:00

No comando:

Das 19:00 às 21:00

Ministério da Saúde promete distribuir doses de reforço contra a Covid-19 em três semanas; toda população deverá receber a 3ª aplicação até junho de 2022

 

O Ministério da Saúde garante que haverá doses suficientes para aplicar a vacina de reforço contra a Covid-19 em toda a população adulta do país. Em entrevista à BandNews FM, a Secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Melo, afirmou, nesta quarta-feira (17), que dentro de três semanas, serão enviadas doses suficientes para imunizar os adolescentes e para o reforço.

Segundo ela, os estudos também comprovam que há a necessidade de uma dose de reforço em toda a população, por isso o ministério decidiu pela terceira dose da vacina.

Para que o calendário seja completado dentro da previsão da pasta, é necessário que as prefeituras sigam o intervalo de cinco meses entre o fim do esquema vacinal básico e a aplicação da dose de reforço.

Esse esquema serve para as vacinas que exigem duas doses para completar a imunização e não se estende para a vacina de dose única, a Janssen.

Rosana Melo esclarece que estudos mais recentes apontaram a necessidade de uma segunda dose para esse imunizante, antes considerado de dose única.

Para esse grupo serão reservadas cerca de 4 milhões de doses da Janssen. Após a segunda dose deste imunizante, também é aconselhado tomar uma terceira dose de reforço, assim que disponível.

Para aqueles que receberam uma primeira dose de uma marca e a segunda de um laboratório diferente, a orientação também é para que recebam sua dose de reforço cinco meses após a aplicação da segunda dose.

Em relação à campanha de vacinação de 2022, o Ministério ainda não tem um calendário definido. Mas acredita que até junho do ano que vem o país ainda deverá estar aplicando essa dose de reforço na população com 18 anos ou mais.

Na última terça (16), a pasta reduziu para cinco meses o intervalo para a terceira dose da vacina e ampliou o reforço para todos os brasileiros com mais de 18 anos.

Acompanhe a entrevista no Jornal BandNews FM com Sheila Magalhães, Luiz Megale e Helen Braun:

FonteBand.

Deixe seu comentário: